Mulher de 32 acusada de abusar sexualmente um rapaz de 14 anos se defende:-“Achei que tivesse mais de 16 anos”

Teah Vincent, uma mulher britânica de 32 anos, admitiu diante do tribunal que chegou sim a se envolver sexualmente com um menor, pensando que este era maior de 16 anos.

O caso de 21 de Outubro de 2018, em Gloucestrshire, Reino Unido, que dá conta da acusação de uma mulher que supostamente abusou sexualmente um rapaz de 14 anos, foi ao tribunal recentemente. Segundo o procurador Christopher, a mulher atraiu o rapaz até à sua casa com o pretesto de lhe dar um copo com água, isso após ter lhe apreciado a jogar futebol.

“Posto na casa de Teah, o rapaz que se encontrava acompanhado de um amigo, foi convidado a entrar. Depois de uma conversa sobre sexo, Vicent convidou o rapaz a subir para o andar de cima enquanto que o outro rapaz continuou na cozinha onde tinham começado a conversa… O rapaz aceitou subir ao andar de cima, pensando que havia uma tv ou um vídeo game. Chegando lá, Teah pediu-lhe que se sentasse na cama, saiu e minutos depois voltou sem calças” contou o procurador ao tentar defender o rapaz, isso após a acusada ter dito que achava que o menino era maior de idade.

Após o acto sexual, o menor que assustadamente tentava se afastar, vestiu-se e desceu alegando ter sido abusado por Vicent.

O caso de Vicent, que também é mãe de três filhos, continua em julgamento.