Youtuber russo aceita desafio que termina na morte da namorada

Youtuber russo Stanislav Teshetniko
Youtuber russo Stanislav Teshetniko

O youtuber russo Stanislav Teshetniko de 30 anos de idade, conhecido como Reeflay, foi preso recentemente sob acusação de ter matado a namorada durante um desafio transmitido ao vivo, que chegou a ser cumprido por recompensa monetária, mas que resultou na morte da companheira.

Reeflay foi preso no dia (04) de Dezembro acusado como o autor da morte da namorada, durante um desafio que teve cerca de duas mil pessoas a assistir, e estas contemplaram o cadaver exposto.

Fontes alegam que o jovem teria recebido o desafio de maltratar a namorada, uma vez que o youtuber ficou conhecido por cumprir estes em troca de dinheiro. O influencer teria deixado a namorada em uma varanda com a temperatura abaixo de 0 graus, vestida apenas calcinha e sutiã, e em uma das suas últimas transmissões ao vivo, anunciou que faria sua namorada comer lixo por 3.000 rublos russo, equivalente a aproximadamente 27 mil Kwanzas.

Valentina Grigorieva, de 28 anos, teve uma lesão cranioencefálica cicatrizada, múltiplas marcas de lesões e um hematoma subdural. Algumas das marcas são lesões antigas, segundo o Comitê de Investigação da Direção Regional de Moscou. Valentina, que estava grávida do namorado, morreu na casa de Reeflay, que fica na Ivanovka próximo à Moscou.

Segundo a imprensa local, depois que a mulher ficou desacordada, foi possível ouvir ele dizendo: “Valya, você está viva? Minha coelhinha, o que aconteceu com você?”, disse, e continuou a questionar o que havia acontecido com a namorada, e no final constatou: “Gente, sem pulso… Ela está pálida! Não está respirando!”.

A transimição ao vivo teria continuado e registou a ligação de emergência, até mesmo quando os policiais chegaram, estes teriam ordenado a interrupção do vídeo.

Após esse acontecimento, o Youtube eliminou o canal do influenciador russo. Se a morte por hipotermia for constatada, ele pode pegar no mínimo dois anos de prisão, segundo a imprensa local.

Na Rússia, não há uma lei específica contra a violência de gênero, e há 3 anos a violência doméstica foi despenalizada.

O desabafo de uma angolana

Semana antepassada a minha irmã me chamou para mostrar algo no Instagram.
Eu quis fazer um post falando sobre o que vi mas pausei.
Hoje, novamente, alguém falou do mesmo assunto.

O que aconteceu?
Um jovem Youtuber Russo, estava fazendo um live no seu canal e ele geralmente tem feito desafios que seus assistentes ou visualizadores propõem.
E foi proposto que ele maltratasse a sua namorada e ele aceitou o desafio em troca de dinheiro e visualizações no seu canal.
Ele pegou a namorada, retirou a roupa deixando apenas com roupa íntima e colocou ela na varanda e fechou ela lá. O clima lá estava frio (uma temperatura a baixo de 6°C)🌡️
A namorada, estava concebida, e ficou inconsciente devido à temperatura.🥶❄️
Ele ainda continuava o live dele, retirou a moça de lá, deixou ela inconsciente na sala e prosseguiu o vídeo.
Não chamou urgência médica, e quando deu conta que a namorada estava morta, ainda decidiu dar mais atenção aos visualizadores em relação a namorada que ele matou.💔🤦

Vejamos como o ser humano está a se tornar. Seres que usam seu raciocínio para fazer coisas que não são racionais.
Seres que trocam tudo por visualizações, likes. Seres que preferem publicar nudes, ofensas, fazer bullying, racismo e coisas imorais por troca de LIKES, SEGUIDORES E VISUALIZAÇÕES.

Até onde vamos parar com isso? Vivemos de mais memes que não nos ajudam para nada e desprezamos e zombamos quem vem para as redes sociais para publicar sobre assuntos que nos fazem crescer MENTALMENTE, SOCIALMENTE, ACADEMICAMENTE E ESPIRITUALMENTE.

Vai ser necessário matar e maltratar quantas pessoas para deixarmos de seguir e colocar likes nos posts dessas pessoas? 🥺💔

E por quê que colocamos desafios maléficos/malígnos para esses Youtubers?
Por quê não desafiar eles a fazer o bem? A distribuir sopas? A entregar roupas para os necessitados? A fazer um centro de alfabetização, já que eles têm dinheiro?
Por quê não?
Ser imoral, cruel, rude, agressivo, loucos e doentes É isso que o mal uso das redes sociais está a nos tornar.😥😥😥😥

Não troque a vida de alguém por likes e seguidores
Não humilhe alguém por likes e visualizações
Não ofenda por troca de partilhas.

Não…

É triste ver o caminho que estamos a seguir.💔

Youtubers, influencer digital, memeiros loucos = seguidores sem noção 🤦🏽‍♀️

Vamos ser pessoas de verdade 🙏🙏🙏

Por: Niusy Cacesto

Ravelino de Castro
Desenvolvedor de softwares e CEO do Portal Tudo A Ver