Estudos apontam mosquito como maior transmissor de doenças no mundo

Mosquito
Mosquito

Pelo facto de que as doenças mais perigosas do mundo são transmitidas pela picada de mosquito, alguns estudos feito recentemente pela Biocontrol (Centro de controlo de pragas) apontaram o insecto voador como maior transmissor de doenças no planeta Terra.

Responsáveis por matar cerca de milhões e milhões de seres humanos no mundo todo, os mosquitos são insectos pequenos que se reproduzem com velocidade e são vectores de doenças e considerados inimigos perigosos.

A maior parte das doenças transmitidas pelos mosquitos, são disseminadas em continentes tropicais e subtropicais, como o caso da América do Sul e África. Sabe-se que estes são os países considerados membros do bloco do terceiro mundo e assim, muitas dessas mortes acontecem por falta de tratamento e informações sobre a prevenção.

Conheça o top 5 das doenças mais preocupantes, transmitidas pelo mosquito, forma de tratamento e prevenção.

1-DENGUE
A doença é transmitida pelo mosquito da dengue, que possui nome científico de Aedes aegypti. Seus sintomas são febre alta, dores musculares e articulares, mal-estar, cansaço, tremor, suor, dor de cabeça. Tratamento: O tratamento serve apenas como paliativo para os sintomas, já que a doença se cura naturalmente. É realizado através de hidratação e analgésicos. Prevenção: Vacina e controle do mosquito.

2-MALÁRIA
Descrição da doença: A malária causa a destruição das hemácias. Elas são responsáveis pelo transporte de oxigênio pelo corpo todo. Com hemácias baixas o corpo fica anêmico.
Tendo como transmissor da doença o mosquito Anopheles, os sintomas iniciais da malária são: dor nas articulações, dor de cabeça, febre, mal-estar, náusea e vómitos, falta de apetite e tontura. Em casos mais avançados, os sintomas são piores como: problemas para respirar, insuficiência dos rins, icterícia, fraqueza forte, pressão baixa e convulsão. Tratamento: Remédios contra parasitas e para melhorar os sintomas adicionais como analgésicos.
Prevenção: Remédios preventivos antimaláricos e controle de mosquito.

3- ZIKA
Descrição da doença: Presente na África e desde 2015 no Brasil, tem este nome por conta de uma floresta de Uganda, e a forma mais severa da doença pode evoluir para o óbito. Porém, grande parte dos infectados curam naturalmente. Tendo como mosquito transmissor o Aedes aegypti, um dos problemas da Zika, que ainda não foi comprovado, é que pode causar microcefalia em bebês. Tratamento: Remédios para aliviar os sintomas, repouso e hidratação. Prevenção: Não há medicamentos e nem vacinas específicas. A prevenção é apenas o controle do mosquito.

4-FEBRE AMARELA
Descrição da doença: A febre amarela, é uma das doenças mais famosas na África e tem como um dos sintomas a icterícia, que é quando os olhos e a pele da vítima ficam amarelos. Tendo como mosquito transmissor o Aedes aegypti, os sintomas da Febre Amarela são: dores no corpo, calafrio, mal-estar, fraqueza, náusea e vómito, sangramento, alucinações, pele e olhos amarelados. Tratamento: Tal como a Zika, não existe tratamento específico para a doença. O que deve ser feito é reidratação e remédios para aliviar os sintomas. Prevenção: O controle do mosquito e a vacina são as melhores formas de evitar a disseminação da Febre Amarela.

5) VÍRUS DO NILO OCIDENTAL
Descrição da doença: É uma infecção viral que pode causar encefalite grave. Os sintomas variam de leve a graves. Estas formas mais severas têm maior ocorrência entre idosos e crianças.
Tendo como agente de transmissão o mosquito Culex, os sintomas da doença são: febre, fraqueza, dor no estômago, náusea e vómitos, rigidez na nuca, mal-estar. Tratamento: Não existe tratamento específico para o vírus do nilo ocidental. Os remédios utilizados são para aliviar os sintomas. Prevenção: Controle dos mosquitos.

Além dessas doenças, os mosquitos possuem uma infinidade de outras que possuem sintomas que variam entre leves a graves. É importante efectuar o controle de mosquitos para melhorar a saúde do ambiente.