Motociclistas passam a pagar imposto sobre veículos motorizados

Motociclista
Motociclista

Os motociclistas passarão a pagar impostos sobre veículos motorizados ainda este mês de Janeiro, devido o alargamento das bases tributárias, segundo informou o director do gabinete de comunicação da AGT, Bráulio Assis.

O Imposto Sobre Veículos Motorizados (IVM) substituiu a taxa de circulação que vigorou até Dezembro de 2020, mas mantém os valores das taxas na categoria de veículos.

No seu ponto informativo, o director da AGT disse que só serão pagos os impostos dos veículos em funcionamento, para tal, no caso do veículo já não estiver em uso por qualquer situação, o proprietário deverá informar à imprensa da AGT.

“Se o veículo sofrer um acidente e não estiver mais em funcionamento e o proprietário não conseguir recuperar, ou vender, deve comunicar as autoridades que este veículo já não faz parte do seu património para ser retirado da base de dados e ele deixar de pagar o imposto. Porque agora só devem pagar imposto dos veículos que estiveram em funcionamento, caso não estejam o proprietário deve comunicar”, disse Bráulio Assis.

Neste caso os critérios para pagamento do imposto são a data de fabrico, a cilindrada do motor para veículos automóveis ligeiros, tendo uma tarifa de 15.350 kz para pesados e 18.850 kz para os motociclos de até 125 cilindrada.

Vale lembrar que estão isentos desse pagamento, o estado, as autarquias locais, os institutos públicos, os partidos políticos, as missões diplomática e consulares e as organizações internacionais.