Jovem de 18 anos volta para casa vivo após ter sido dado como morto e enterrado

CAIXÃO
CAIXÃO

Um jovem de 18 anos dado como morto na província de Malange, voltou para casa um mês depois de ter sido realizado o seu funeral, o que causou um grande alvoroço na vizinhança, espantando os familiares.

Manuel Machado, foi confundido com o cadáver de um jovem, supostamente morto por espancamento no dia 11 de Dezembro. Machado havia despedido-se da mãe no dia 15 de Novembro para ir atrás de uma vaga de emprego em uma fazenda no município de Cangandala.

Passado dois meses, Manuel decidiu então regressar à casa da mãe para rever a família que tinha deixado quando foi a busca de melhores condições de vida. Sua chegada fez apavorar os presentes, sem entender a situação, esclareceu à família a sua trajectória e daí percebeu-se então o grave engano.

O assunto já está sob direção da Procuradoria Geral da República (PGR), afirmou o porta-voz da SIC em Malange, superintendente Lindo Ngola.

Ravelino de Castro
Desenvolvedor de softwares e CEO do Portal Tudo A Ver