Ciclone Eloise provoca 9 mortes e 288 pessoas ficaram afectadas em Moçambique

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

O ciclone Eloise que passou recentemente na cidade da Beira, Moçambique, causou cerca de 9 mortes e 288 mil pessoas ficaram afectadas, anunciaram as autoridades locais.

O ciclone afectou todas as regiões do centro do país, sendo que sete óbitos aconteceram na província de Sofala, um na Zambézia e o último em Manica, indicou o mais recente balanço do Instituto Nacional de Gestão de Desastres (INGD) moçambicano, publicado esta quarta-feira (27) de Janeiro no jornal diário estatal Notícias.

A cidade da Beira ficou conhecida como corredor do ciclone depois de ter sido atingida pela tempestade Idai, em 2019, um dos mais devastadores desde que há registo no hemisfério sul, provocando 603 mortos em Moçambique no centro do país, no final de 2020 apareceu a Chalane que provocou sete mortes e na madrugada deste sábado (23) de Janeiro foi a vez do ciclone Eloise causando novamente desastres naturais.

As operações de busca e salvamento continuam a decorrer naquelas regiões, onde a ONU estimou existirem 18 mil famílias desalojadas, fez saber o INGD.