Florinda Miranda apela união entre as mulheres angolanas:-“Nós as mulheres não somos sexo frágil”

Florinda Miranda
Florinda Miranda

A comentarista de TV Florinda Miranda, em pleno dia das mulheres angolanas (02) de Março, durante um live no Instagram, apelou a união entre as mulheres, principalmente aos jovens. Florinda condenou algumas atitudes e falou da valorização que as mulheres devem ter com elas mesmo.

Florina Miranda começou a live condenando comportamentos inadequados, segundo ela, sobre a difamação e ter de ver mulheres a chamarem nomes em outras mulheres. “Vou chamar atenção em algumas mulheres que queiram aprender, que respeitem… Vou dizer uma coisa em primeiro lugar, eu odeio aquela mulher que chama p***a à outra mulher”, disse Florina no principio na live.

Florinda ainda disse também que, a mulher não é o sexo frágil, conforme se diz que é uma expressão utilizada para mencionar as mulheres como um todo.

“Nós as mulheres não somos sexo frágil não, sexo frágil são os homens, porque nós as mulheres da maneira que carregamos a vida, não vale apena, nós começamos a trabalhar desde a hora que acordamos até à hora de ir dormir… Mulher trabalha 20 horas, só tem 4 horas para dormir, porque nós até acordamos cedo, nós somos tipo o ser mais importante no mundo, no universo”, argumentou ela.

Tia “Folo” como é chamada carinhosamente por muito, apelou para que as mulheres se cuidassem e que se valorizassem e não ter que se espelhar ou imitar outras mulheres, disse também que as mulheres devem aceitar-se tal como são, não importando a sua aparência, pois todas as mulheres são especiais.