Agente da Polícia Nacional perde a vida após confronto com marginais em Luanda

O Agente da Polícia Nacional de Angola, Arilton da Silva, perdeu a vida na última sexta-feira (12) de Março, um dia depois do seu aniversário após confrontar marginais que tentavam assaltar estudantes numa via pública, na Rua da Kia, em Luanda.

Ary como era chamado carinhosamente por amigos, era Cinotecnia da PNA, perdeu a vida após ser atingido disparos de arma de fogo, efectuado por marginais, quando tentava socorrer estudantes, que estavam a ser assaltados, que de acordo com as informações do órgão da Polícia, o desastre aconteceu por volta das 19 horas da sexta-feira, nas imediações do Centro de formação de adestramento de Cavalaria e Cinotecnia da Corporação, em Luanda, onde o malogrado em companhia de um colega, realizavam serviço de patrulhamento apeado e depararam-se com um grupo de marginais a assaltar estudantes que transitavam por aquela via.

Após a intervenção dos agentes, os meliantes efectuaram disparos, tendo um deles atingido a zona lombar do agente “Ary”, que, ainda, foi socorrido para o hospital dos Cajueiros, onde acabou por falecer, por não resistir aos ferimentos.