Jogadores do Valência abandonam o relvado após um comentário racista

Os jogadores do Valência abandonaram o relvado aos 30 minutos do encontro diante do Cádiz, que estava a ser disputado neste domingo (04) de Abril, jogo a contar para a liga espanhola. O motivo foi um comentário racista que Juan Cala, jogador do Cádiz, proferiu a Mouctar Dkiahaby, defesa-central do Valência.

Mouctar Dkiahaby, de nacionalidade francesa, que actua junto de Thierry Correia e Gonçalo Guedes, queixou-se ao árbitro da partida e, de imediato, os jogadores retiraram-se para os balneários em protesto.

Depois que a partida foi interrompida, por cerca de 15 minutos, o árbitro concedeu período de aquecimento de cinco minutos e o duelo foi retomado. Mas, Mouctar Diakhaby ficou no balneário e no seu lugar entrou Guillamón para o substituir.

Nas redes sociais, o clube Valência confirmou o acto de racismo.

Nosso suporte total para Dkiahaby, o jogador, que recebeu um insulto racista, pediu aos seus companheiros que voltassem a campo para lutar”, escreveu Valência no Twitter.