Ministros franceses investigados pela polícia por alegadas participações em festas ilegais

Policial francês em Paris
Policial francês em Paris

A polícia francesa anunciou neste domingo (04) de Abril, que abriu uma investigação à alegada participação de vários ministros em festas e jantares ilegais realizadas em alguns locais exclusivos de Paris sem respeitar as normas de segurança e protecção contra a covid-19.

O canal M6 transmitiu uma investigação em que, através de uma câmara escondida, mostra um organizador das referidas festas e jantares, admitindo a presença de membros do Executivo francês, embora que não tivesse identificados.

No Twitter o Ministro do Interior da França, Gérald Darmanin, reagiu ao assunto.

“Seguindo o relatório M6, pedi ao Prefeito da Polícia de Paris que verificasse a veracidade dos fatos relatados para, se forem verificados, processar os organizadores e participantes desses jantares clandestinos.”, disse ele.

A Polícia respondeu com uma outra mensagem em que informava que uma investigação tinha sido aberta.

A ministra delegada da Cidadania, Marlène Schiappa, garantiu que se for constatado que algum membro do Executivo participou nestas festas ilegais, não existirá qualquer privilégio.

“Se ministros ou deputados infringiram as regras, é necessário que haja multas e que sejam sancionados como qualquer outro cidadão”, avançou dizendo na rádio Europe 1.