Micro Empreendedores contam com novo programa de apoio

O RETFOP – Projecto de Revitalização do Ensino Técnico e da Formação Profissional de Angola e o INEFOP – Instituto Nacional do Emprego e de Formação Profissional, com a parceria da KixiCrédito, lançam oficialmente a partir deste mês de Março, o Programa de Apoio ao Micro Empreendedorismo (PAME).

Concebido para materializar soluções de financiamento e acompanhamento de gestão de até 300 iniciativas empresariais, o PAME tem como público-alvo os jovens empreendedores nas províncias de Luanda, Benguela, Huíla, Huambo, Moxico e Uíge.

O Programa é financiado pela União Europeia, e está alinhado com as políticas de promoção da empregabilidade do Governo de Angola.

Num contexto em que apoiar o espírito empreendedor através do reforço de capacidades em empreendedorismo e da criação de pequenos negócios para geração de emprego  constitui uma das principais prioridades do Governo, o PAME associa-se a este desafio, mediante uma combinação de soluções com vista a salvaguardar o sucesso das iniciativas empresariais desenvolvidas por jovens dos 18 aos 35 anos de idade, que tenham Certificado do Ensino Médio Técnico ou Certificado de Formação Profissional pelo INEFOP (em cursos com uma duração mínima de 720h).

Os candidatos seleccionados beneficiarão de um microcrédito e um acompanhamento de gestão dos seus negócios.

O valor dos reembolsos dos créditos concedidos, constituirão um Fundo do INEFOP a utilizar para dar continuidade ao apoio a outros empreendedores com o mesmo perfil.

No quadro de implementação do PAME prevê-se ainda a capacitação de técnicos e quadros do INEFOP através da transferência de conhecimento sobre acompanhamento de processos de apoio ao empreendedorismo, a ser assegurada pela KixiCrédito, que é a entidade responsável pela operacionalização do Programa.

O Programa prevê que pelo menos 40% dos beneficiários sejam mulheres.

As inscrições ao PAME decorrem no período de 22 de Março a 13 de Abril, podendo candidatar-se jovens angolanos das províncias referidas, e que reúnam os requisitos de acesso ao programa, através do site www.pame.co.ao.