Educação

Governo cria bolsas de mérito de pós-graduado para o exterior do país

O Projecto aprovado ontem pelo Conselho de Ministros enquadra-se no âmbito do programa de desenvolvimento até 2022, que visa potenciar anualmente 300 licenciados nas melhores universidades do mundo.
Mais de trezentos licenciados, empenhados e com mérito académico, poderão beneficiar de formação de pós-graduação, no exterior do país, a partir do próximo ano, contemplando também o mestrado e doutoramento, adiantou a ministra do Insino Superior, Ciência e Tecnologia, Maria do Rosário Bragança.

O programa foi aprovado ontem na primeira sessão do Conselho de Ministros, sob orientação do Presidente da Republica, João Lourenço, mas data concreta do sua execução está dependente de financiamento.
O projecto tem por finalidade a capacitação dos quadros angolanos nas melhores universidade do mundo, com reconhecido méritos, e os candidatos estarão sujeitos a alguns critérios, designadamente de transparência na sua escolha (por via da criação de corpo de jurados que será integrado por personalidades nacionais e estrangeiras e com curriculum válido para avaliar o mérito dos candidatos).
A ministra de tutela, Maria Bragança, referiu que o processo de selecção integrará varia fases, começando pela fase da avaliação documental, por intermedio de um teste de conhecimentos, sendo que os apurados podem ser submetidos a uma entrevista para aferir as suas qualidades nas área em quê se propuserem, sobretudo de natureza ética, garantindo, deste modo, o regresso ao país após a conclusão da referida formação.

Comentários do Facebook
Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *