Covid-19: Menino de 9 anos cria máquina para lavar as mãos no Quénia

África tem sido palco de várias debilidades, mas em meio a tanta dificuldade, Steve Wamukota, menino queniano de apenas 9 anos, surpreendeu o mundo com a invenção de uma máquina para lavar as mãos, combatendo o coronavirus.

Em 13 de Março, foi confirmado o primeiro caso no Quênia, uma queniana de 27 anos que viajou dos EUA e fez uma ponte em Londres. O governo queniano identificou e isolou um número de pessoas que entraram em contato com o primeiro caso.

A dificuldade faz sair o melhor de nós, e essa realidade verificou-se no queniano de 9 anos criador de uma máquina para lavar as mãos que funciona à base de um pedal para que não tenha de se tocar na torneira, de modos a evitar a disseminação de germes e do novo coronavírus.

No vídeo publicado pela agência de notícias é explicado que a criança residente na localidade de Bungoma, contou com a ajuda do pai para executar a “engenhoca” feita à base de um garrafão de plástico, madeira e metal. No garrafão pode ler-se “Corona Free Zone”, ou seja, “Zona sem Coronavírus”.

O Quénia contabilizou 700 casos confirmados de Covid-19, 251 recuperados e 33 mortos.