Covid-19: Portugal desafia à pandemia com a reabertura de 70% das creches

Cerca de 70% dos estabelecimentos escolar destinado para crianças retomaram neste dia 18 de Maio, às actividades, ainda que abaixo da sua capacidade, de forma tranquila e generalizada por todo o país, segundo a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho.

“O que se sentiu em todo o país foi esta reabertura de forma tranquila, com um ambiente de cautela por parte de todos, implementando as medidas de prevenção, mas também de confiança por parte da comunidade. O que sentimos foi que ainda tivemos um número de crianças inferior à capacidade das creches, com muitos pais ainda a avaliarem este reinício, com a previsão de até 01 de junho irem retomando e recolocando os filhos nas creches”, disse.

Para o efeito, já foram feitos 26 mil testes a trabalhadores das creches, dos quais 0,3% com resultado positivo para covid-19, “o que mostra que é uma situação que ainda apresenta um certo perigo”, declarou a ministra. Os trabalhadores com resultados pendentes, tiveram seus resultados na segunda-feira e nesta terça-feira já se encontram “no activo”.

Portugal entrou no Estado de Emergência desde 19 de março, depois de três períodos consecutivos, no dia 03 de Maio em situação de calamidade devido à pandemia, em confinamento obrigatório para pessoas doentes e em vigilância activa, o dever geral de recolhimento domiciliário e o uso obrigatório de máscaras ou viseiras em transportes públicos, serviços de atendimento ao público, escolas e estabelecimentos comerciais.

Contabiliza 1.231 mortos associados à covid-19 em 29.209 casos confirmados de infecção, segundo o último boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia em Portugal, com o regresso das cerimónias religiosas comunitárias previsto para 30 de Maio e a abertura das praias para 06 de Junho.