Internacional

Donald Trump corta laços com a organização Mundial da saúde

Numa conferência de imprensa na casa branca, o presidente norte-americano, Donald Trump, declarou nesta sexta-feira, fim da relação com a OMS, por não cumprir com a sua vontade de efetuar uma reforma profunda às crises provocadas pela pandemia da Covid-19.

A organização mundial da saúde, falhou pela segunda vez com Donald Trump, mesmo depois das ameaças feitas, este facto, levou ao presidente desfazer os laços com a organização: “Como eles falharam as reformas necessárias e exigidas, nós vamos terminar hoje mesmo a nossa relação com a Organização Mundial de Saúde e redirecionar os fundos para outras necessidades urgentes e globais de saúde pública que mereçam”, afirmou Trump durante a conferência.

O anúncio pressupõe a suspensão da contribuição permanente dos EUA para a OMS, estimada em mais de 400 milhões de dólares por ano e que equivale a cerca de 15% do orçamento total da organização das Nações Unidas.

Donald Trump, não só cortou as relações com a OMS, mas como também acusou organização de ser domada por Pequim, e de ter sido permissivo com o governo chinês.

Comentários do Facebook
Partilhar
  • 6
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *