Celebridades

TriXU encurrala Pai Profeta com a indemnização de 35 milhões de kwanzas

O Kudurista Pai Profeta, usou palavras ofensivas manchando a imagem do empresário e promotor de eventos TriXU, fazendo sérias acusações através de um vídeo publicado nas suas redes sociais, o promotor reconhecido a nível nacional, sentiu-se extremamente incomodado e decidiu processar o Kudurista por difamação e calúnia, onde a indemnização ronda à 35 milhões de kwanzas.

Tudo começou após uma publicação feita na página do Facebook pelo TriXU no passado 26 de Maio onde o mesmo proferiu o nome do Pai Profeta clamando justiça pelas ações exercidas nas redes sociais do Kudurista de Viana: “O Pai Profeta não pode continuar a ofender a Neide Sofia da forma que o faz e continuar solto. Alguma coisa está errada nesse país!! Ele é o exemplo de que podes sair à rua ou gravar um vídeo a chamar de prostitutas as mães dos outros e ninguém faz nada! CADÊ A JUSTIÇA?”, escreveu o empresário e  promotor de eventos.

O artista angolano em um dos seus vídeos polêmicos, expressou sem receio que o promotor de evento procede de modo criminoso. “Meus caríssimos amigos, eu quero pedir um especial favor ao governador de Benguela Rui Falcão, e a companhia completa das mamãs da OMA, o TriXU é alguém com muitos problemas, deu festa em Benguela nesse período que o país está com a Covid-19, por norma isso é um crime, mas ele se ‘gaba’ que tem Benguela em suas mãos, ele deu uma festa com mais de 70 pessoas e não pagou os músicos que ele tirou de Luanda, prendam esse homem ele é altamente perigoso, mal exemplo para os benguelenses, povo se lhe verem na rua podem lhe apedrejar”, foram palavras proferidas pelo kudurista acusando o promotor de evento do crime de desacato às autoridades.

Por tal atitude, TriXU não ficou parado e em entrevista ao Portal Tudo A Ver deu o seu parecer sobre o ocorrido, deixando claro sua intenção com o processo judicial levantado contra o kudurista. Segundo o advogado de TriXU, Pai Profeta deverá responder pelos crimes de difamação, art.° 407° do Código penal, e de injúria e Calúnia, art.° 410° do Código penal, e poderá pagar uma indemnização por danos morais e patrimoniais no valor de 35 milhões de Kwanzas, por se tratar de uma marca  de grande valor e confiabilidade que funciona no país inteiro.

TriXU, ao Portal Tudo a Ver, fez saber que não há crimes contra o Pai Profeta: “É importante perceber que é uma opinião e o que é uma crítica, nesse caso, apenas foi emitida uma opinião da nossa parte no que diz respeito aos vídeos do pai profeta. Portanto, não há nenhum crime da nossa parte contra o pai profeta, apenas chamamos atenção sobre os seus vídeos e sobre as suas formas de abordar as pessoas… Nós contactámos o advogado para que ele entenda que não está a lidar apenas com uma pessoa, está a usar uma marca que tem contratos anuais” explicou o promotor durante a entrevista que pretende que cada um deia a sua opinião sem precisar ofender ninguém.

Comentários do Facebook
Partilhar
  • 5
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *