Cacuaco sem táxis leva populares a esticarem as pernas

Táxis em Luanda

O município de Cacuaco vive agora uma situação difícil, para quem vai à busca do pão de cada dia e não dispõe de um transporte próprio os táxis, moto-táxis e autocarros são os meios a recorrer, mas os taxistas do município de Cacuaco decidiram neste domingo 8 de Junho paralisar as suas actividades com a duracao de dois dias.

Em entrevista à emissora de televisão, TV ZIMBO o porta voz dos taxistas do município de Cacuaco, disse que não existem condições nas vias públicas, as estradas estão mal e as vias alternativas sugeridas pelo administrador do município, chegam a ser iguais ou piores que as vias principais. Como se não bastasse as interpelações policiais desnecessárias impedem o bom trabalho, ainda mais numa fase em que os táxis podem apenas levar até 50% dos passageiros.

Bem antes dessa paralisação, a circulação de táxi no município de Cacuaco já era um tremendo problema, parecia água no deserto, em horários do pôr do Sol achar um táxi era uma raridade. Saturados com o desagradável ambiente de trabalho, taxistas do distrito de Cacuaco conversaram com a nova Governadora de Luanda Joana Lina, na esperança de verem seus problemas resolvidos, e dois dias foi o que a governadora pediu para estudar o caso.