Nova Zelândia declara-se livre da Covid-19 e retoma as suas actividades normais

Após várias semanas de confinamento e restrições rigorosas, a primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Arden, anunciou publicamente na manhã de segunda-feira (08) que o país está livre da Covid-19.

Para o isolamento social, o país elaborou medidas profundas como a suspensão de algumas actividades, lavagem das mãos, para prevenir o povo. Nova Zelândia não regista casos há 17 dias e o último paciente infectado já foi recuperado da doença. A ministra avançou que todas as actividades voltarão ao normal, excepto a abertura das fronteiras.

O Diretor-Geral da Saúde, Ashley Bloomfield, referiu que a eliminação não significa a erradicação permanente do novo coronavírus, mas sim, a eliminação de cadeias de transmissão.