Candando salvaguarda mil postos de trabalhos após rumores de encerramento

A notícia foi desmentida, a rede dos hipermercados Candando não despedirá 1000 funcionários tal com o comunicado do Jornal Econômico e de alguns órgão de informação, disse o Grupo Contidis detentor das lojas.

Nesta quarta-feira 10 de Junho, os órgãos de comunicação estavam focados no comunicado lançado pelo Jornal Econômico, onde a Empresária Isabel dos Santosem entrevista assumiu o encerramento das lojas. Mas agora uma nova informação chegou ao público e parece ser verídica e foi assegurada pelo Ministério da Indústria e Comércio, durante um encontro entre o ministério de tutela e os responsáveis e gestores da rede de hipermercados Candando que os postos de trabalho de 50% dos funcionários continuam salvaguardados. Confirmou o grupo que apesar do enorme desafio enfrentado mundialmente devido a pandemia, continuarão a operar no mercado angolano, afirmou o comunicado do grupo Contidis, na esperanca de expandir e distribuir a produção nacional tão logo passe esse tempo de sufoco.