Armazéns abandonados no “Mercado do 30” preocupa administrador do mercado

O Administrador do “Mercado do 30”, António Domingos ou Tony Mulato como é conhecido, está preocupado com os vários armazéns inacabados, localizados do KM-28 em Viana, comumente conhecido como mercado do 30, e pretende confiscá-los por segurança do mercado.

Quanto mais postos abandonados, mais o número de assaltos e actos de vandalismo vai aumentando. Em Viana esta localizado o maior mercado da província de Luanda, este que tem sido o local recorrido por quem faz uma gestão profunda do que consumir em sua casa. Para melhor controle do espaço Tony Mulato pretende apreender os armazéns se os proprietários não se pronunciarem.

Segundo o “Correio da kianda”, Tony Mulato fez saber durante uma ronda efectuada na semana que terminou, pela equipa de reportagem deste jornal, que armazéns abandonados, têm sido utilizados por jovens para prostituição, local para viver e praticar crimes. António Domingos apela aos supostos proprietários que venham dar uma solução aos armazéns abandonados, se possível contactarem a Administração do mercado no prazo de três meses acompanhados da referida documentação que testifique a veracidade do mesmo. Deixando ainda ficar, a questão de um espaço ocupado por contentores frigoríficos avariados, abandonados num estado crítico no mercado, espaço este que poderia ser aproveitado para gerar posto de trabalho aos jovens.