Johnny Deep revela ter dado droga a sua filha de 13 anos

O protagonista de Piratas das Caraíbas, Johnny Depp, revelou numa audiência durante o julgamento no Supremo Tribunal de Londres, que quando a sua filha Lily-Rose tinha 13 anos, ele à deu droga, por uma questão de responsabilidade, prevenindo a filha de consumir drogas com estranhos.

Deep está respondendo à tribunal, quando este prestou declarações no processo que interpôs contra o jornal britânico The Sun, que escreveu que o actor tinha agredido a sua ex-mulher Amber Heard, Deep revelou que aos 13 anos de sua filha Rose, ele concedeu drogas para ela, porque ele queria que a filha se sentisse segura com as drogas na adolescência. O assunto está a dar o que falar, já que a estrela Hollywood admitiu que ofereceu drogas à filha quando esta tinha apenas 13 anos, facto que admirou fãs e revoltou muitos. Segundo o Daily Mail, o actor deu drogas à filha, Lily-Rose, afirmando que estava a ser “responsável”, pois queria que a filha tivesse uma experiência segura com o mundo das drogas: “A minha filha tinha 13 anos e como todos sabemos aos 11, 12 e 13 anos quando se vai a uma festa da escola, é-se abordado por pessoas que te vão oferecer uma bebida, porque eles já estão a beber,  a consumir cocaína e a fumar erva aos 12 e 13 anos, assim como muitas outras drogas”, disse Depp em tribunal. E o actor ainda aconselhou a filha a não experimentar drogas com pessoas desconhecidas.