Aos 59 anos morre a filha de Nelson Mandela, Zindzi Mandela

Segundo à televisão estatal South African Broadcasting Corporation (SABC), morreu Zindzi Mandela, filha dos líderes anti-apartheid da África do Sul, Nelson e Winnie Mandela, nesta segunda-feira (13), no hospital em Joanesburgo, a causa da sua morte ainda não é conhecida.

Com 59 anos, a filha de Nelson e Winnie Mandela, morreu de causas ainda não conhecidas, num hospital na cidade de Joanesburgo na África do Sul, país em que seu pai foi presidente. Zindzi era embaixadora da África do Sul na Dinamarca, e destacou-se em 1985, quando o regime do apartheid tentou negociar com o líder do ANC a liberdade caso denunciasse os crimes praticados pelo Congresso Nacional Africano, onde Zindzi Mandela leu publicamente a carta do pai rejeitando a proposta num acto político que foi transmitido em todo o mundo.

Zindziswa Mandela, nascida aos 23 de Dezembro de 1960 também conhecida como Zindzi Mandela-Hlongwane, era uma política sul-africana que estava servindo como embaixadora de seu país na Dinamarca no momento de sua morte. Filha dos activistas anti-apartheid Nelson Mandela e Winnie Madikizela-Mandela, Zindzi era a irmã mais nova de Zenani Mandela e a terceira das três filhas de Nelson Mandela.