Jovem é morto no Prenda pela Polícia Nacional supostamente por não fazer o uso da máscara facial

Ontem, 12 de Julho, foi morto o jovem que em vida se chamou José Kilamba, com 23 anos de idade anos, e o outro de 16 anos Maurício José ficou ferido, nas imediações do Lote 10 no bairro Prenda, em Luanda, atingido por um disparo de arma de fogo, feito por um agente da Polícia Nacional, que se encontrava no local. Presume-se que o ocorrido sucedeu, porque o jovem não estava usando a máscara facial.

Segundo os vídeos que circulam, feito por pessoas que presenciaram a acção de um agente da Polícia Nacional, é evidente o descontentamento da população, e os mesmos incendiaram pneus e encerraram a rua do Lote 10, dizendo que a Polícia Nacional matou o Pachola.

Para o esclarecimento do mesmo, a Polícia Nacional emitiu um comunicado de imprensa: “Face ao incidente ocorrido no dia 12 do corrente mês e ano, no bairro Prenda, que culminou com a morte de um cidadão e ferimento de outro, o Comando Provincial de Luanda da Polícia Nacional de Angola esclarece o seguinte: ⠀

  1. O facto ocorreu ontem, dia 12 de Julho de 2020, no bairro Prenda, entre os lotes 9 e 10, quando os referidos agentes, no cumprimento da fiscalização das medidas a vigorar durante a Situação de Calamidade Pública, efectuavam serviço de patrulhamento, depararam-se com um aglomerado de jovens, em horário e local não autorizados; ⠀
  2. Na intervenção, por imprudência, um dos efectivos efectuou disparos com arma de fogo, atingindo, mortalmente, o cidadão que, em vida respondia pelo nome de José Kilamba Rangel, solteiro, de 23 anos de idade, e tendo causado ferimentos no membro inferior direito ao cidadão Mauricio José Isabel, solteiro, de 16 anos de idade, que já se encontra sob cuidados médicos numa unidade hospitalar local; ⠀
  3. O agente em causa já se encontra detido, para responsabilização disciplinar e criminal. ⠀

    O Comando Provincial de Luanda da Polícia Nacional de Angola lamenta a morte do cidadão, endereça à família os profundos sentimentos de pesar e apela aos cidadãos a manterem à calma e a observarem as medidas e as orientações das forças da ordem face à Situação de Calamidade Pública que vigora no País.

    Por uma Polícia mais próxima do cidadão, comuniquemos com eficiência.

    DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL E IMPRENSA/CPL/PNA, em Luanda, aos 13 de Julho de 2020.

    -O CHEFE DO DEPARTAMENTO NESTOR BIZI SIMÕES GOUBELINSPECTOR-CHEFE“, leu-se no comunicado emitido hoje.