Sílvia Lutucuta sobre as vacinas: – “Quando tiver vacina aprovada pela OMS o país vai aderir”

Sílvia Lutucuta, ministra da saúde
Sílvia Lutucuta, ministra da saúde

Hoje 08 de Agosto, durante a habitual conferência de imprensa no CIAM, a ministra da saúde Sílvia Lutucuta falou em resposta à um dos jornalistas, que Angola não passará pela testagem das vacinas ‘cobaia’, e garantiu a aquisição da vacina contra o novo coronavírus, quando aprovada pela Organização Mundial da Saúde.

Um dos jornalistas presente para a única sessão de perguntas e respostas, questionou a ministra sobre as testagens que vários países estão a ser submetidas, e o que o executivo pretende fazer quanto as supostas vacinas que têm surgido. Esclarecendo a dúvida do jornalista, a ministra garantiu que Angola não fará parte da lista de países de testagens, e que tão logo a Organização Mundial da Saúde (OMS) aprove a vacina, o país solicitará.

“O país não irá fazer parte das experiências da vacina do novo coronavírus, e quando tiver alguma vacina aprovada pela OMS o país irá aderir”, disse a ministra.

Após alguns dia de ausência à conferência de imprensa, a ministra da saúde esteve em companhia do ministro de Estado e Chefe da Casa Cívil do Presidente da República, Adão de Almeida, que falou sobre as novas medidas a vigorar a partir de 15 de Agosto.

Angola registou nas últimas 24 horas, mais 34 casos positivos, 17 recuperados e 3 óbitos, totalizando 1572 casos confirmados, 70 óbitos, 564 casos recuperados e 938 casos activos. Assim sendo 13 províncias de Angola já encontram-se com casos positivos do novo coronavírus, excepto: Huíla, Huambo, Namibe, Cuando Cubango e Lunda Sul.

Ravelino de Castro
CEO e fundador.