Covid-19 pode ser transmitida até 90 dias após a contaminação afirmam cientistas russos

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

De acordo com a investigação realizada por cientistas russos, do Centro Estatal Véktor de Investigação em Virologia e Biotecnologia, o coronavírus pode ser transmitido até 90 dias após uma pessoa ter sido contagiada, uma afirmação que contradiz aquela que tem sido a informação que o período de contágio é de até 14 dias.

Segundo Anna Popova, directora dos serviços federais russos, que falava numa sessão de esclarecimento na Academia das Ciências da Rússia, explicou que estudos feitos à pacientes russos indicaram que o período de contágio iria até 48 dias, mas que foram encontrados casosem que esse período de transmissão do vírus chegava até 90 dias.

A responsável, apoiando-se nas conclusões deste estudo feito por cientistas russos, informou que a transmissão do vírus pode até ocorrer em casos de pessoas que já não tenham quais quer sintomas da doença. Anna Popova realçou ainda que não existem até hoje dados suficientes sobre o coronavírus, e as suas verdadeiras consequência na saúde humana.

Vale lembrar que, a vacina russa contra a covid-19 “Sputnik V”, foi a primeira a ser registada no mundo, no dia 11 de Agosto e mostrou não produzir efeitos secundários nas duas primeiras fases, embora a terceira ainda não esteja concluída, estando ainda a ser recrutadas as 40 mil pessoas que deverão participar nesta fase.

Ravelino de Castro
CEO e fundador.