Desconfinamento? Cinemax reabre as portas para os amantes da sétima arte do país

Cinemax Luanda
Cinemax

Apesar da fase pandémica e do país registar mais de 3 mil casos de COVID-19 até ao momento, a maior rede de cinemas de Angola, Cinemax, reabriu recentemente as suas 37 salas de cinema localizadas nas províncias de Luanda, Benguela, Huila e Huambo. A instituição garante ter condições de biossegurança necessárias e suficientes para conseguir lidar com o desafio.

Uma fase nova se inicia após uma profunda reorganização dos processos de segurança fundamentais para o funcionamento das salas de Cinema nos respectivos locais. Cumprindo os parâmetros de biossegurança, a instituição garantiu desinfecção das salas antes do início de cada sessão, o reforço de limpeza das salas e dos espaços comuns, monitorização permanentemente, sistemas de ventilação e a qualidade de renovação do ar, obrigatoriedade do uso de máscara pelos Colaboradores e Clientes e disponibilização de álcool gel à entrada dos Cinemas, circulação de entradas e saídas com sinalética própria para garantir circuitos diferenciados de acesso às áreas do Cinema.

Fora as regras de segurança, foram criadas formas mais dinâmicas a Bilheteira Online permitindo agora a compra dos bilhetes e a aquisição dos produtos de bar.

Para Michel Ferreira, Director Executivo de Cinemas na Zahara Imobiliária SA, a reabertura do Cinemax representa um importante contributo do Grupo Zahara para a dinamização do sector Cultural e de Entretenimento do País. Porque a instituição pretende democratizar o acesso ao Cinema, continuando a praticar, na sua rede de Cinemas, os preços mais acessíveis do mercado nacional.