Girabola perde patrocinador oficial e fica sem os 150 milhões de kwanzas anual

A operadora de televisão por satélite, ZAP, que anualmente dava 150 milhões de kwanzas à Federação Angolana de Futebol (FAF), na qualidade de patrocinador oficial do Girabola, anunciou recentemente que nos próximos anos não vai prosseguir com o patrocínio devido o actual contexto socieconómico do país.

A Zap citou o “actual contexto socioeconómico pelo qual o país atravessa” e esclareceu que, a decisão foi tomada após uma cuidada avaliação que resultou na conclusão de que:- “A prolongação do vínculo contratual não seria possível sem a realização de um esforço financeiro desproporcional e proibitivo neste momento, com potenciais consequências indesejáveis no nível de serviço prestado aos seus clientes ou as condições de trabalho da sua equipa”.

Em seguida, a operadora agradeceu a FAF e aos clubes do Girabola, pelo previlégio de em conjuto terem evelado a modalidade e aproximado o talento dos atletas à paixão dos torcedores.

E deixou uma palavra de apreço aos clubes, dirigentes e profissionais com quem trabalharou em um estreito período de tempo, em prol da dignificação do futebol nacional.

Por fim, a Zap escreveu que, “acredita ter demonstrado que é possível e de certeza que a bola continuará a girar”, se despedindo assim de um trabalho que fazia com profissionalismo e entrega, desde 2016.

POR: HELDER MANUEL