Angolanos passam a ter restrições para viajar aos EUA

Os Estados Unidos da América impõe restrições aos cidadãos de Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau e São Tomé e Principe, sendo que passa a ser obrigatório pagar de  5 mil à 15 mil dólares americanos como garantia para poderem viajar aos Estados Unidos.

A medida entra em vigor no dia 24 de Dezembro e se estende até Junho de 2021, resultado da quantidade de cidadãos que violam os prazos de estadia ao abrigo das suas visitas de turismo e negócios.

Fazem parte da restrição outros países também, como República Democrática do Congo, Libéria, Sudão, Chade, Burundi, Djibouti, Eritreia, Gâmbia, Mauritânia, Burkina Faso, Líbia, Afeganistão, Butão, Irão, Síria, Laos e Iémen.

A Administração Trump disse que a medida de seis meses servirá para testar a capacidade de se recolher a garantia, e funcionará de dissuasão diplomática àqueles que pretendem violar os prazos de estadia no país.