Facebook apagou 1,6 bilhão de contas falsas no 1º trimestre de 2022

A Meta, empresa dona do Facebook, divulgou relatórios de transparência sobre a atuação de mecanismos de prevenção e moderação da plataforma nos três primeiros meses de 2022.

No geral, a companhia considera que o desempenho é satisfatório. Foram removidas 1,6 bilhão de contas falsas entre janeiro e março deste ano. O número é bastante alto e representa cerca de 5% dos usuários mensais ativos da plataforma.

Além disso, 1,8 bilhão de postagens com spam também saíram do ar — um número maior que no mesmo período do ano passado, explicado pela atividade intensa de um pequeno grupo de usuários. A marca celebrou ainda que 99,70% desses casos foram identificados antes que algum usuário fizesse uma denúncia sobre a credibilidade da conta.

Mais moderação e mais remoção

Também no Facebook, foram tirados 21,7 milhões de conteúdos sobre “violência e incitação”, o que indica que as novas políticas de moderação da marca estão de fato funcionando. Por outro lado, o aumento na remoção também significa que a quantidade de conteúdos nessas temáticas circulando ainda é bastante alta e não dá indícios de que está diminuindo.

Isso também foi notado na taxa de detecção proativa de conteúdos de bullying, assédio e abuso em geral: ela subiu de 58,8% no final de 2021 para 67% no começo de 2022.